Solidão: Afetiva x Sexual (pessoa preta e gorda)

Solidão-Afetiva-x-Sexual---pessoa-preta-e-gorda

Pessoas gordas quase sempre são plano B, não é mesmo?

Para nós, os homens pretos, o bonito, o corpo desejado na sociedade é (e não deveria ser somente) corpos e fenótipos aproximados ao de Michael B. Jordan, no geral. 

Há homens mais velhos, homens trans, homens gordos, de baixa estatura, com deficiência, etc… – enfim, há toda uma diversidade de excluídos dos desejos alheios. No início, percebo que teremos dificuldade em encontrar alguém que sejamos a preferência ou uma escolha para uma noitada. 

Exemplos:

– Pessoas gordas não tem espaço para serem tímidas, misteriosas, sem graça, sem algum talento aparente, sem habilidades interpessoais perceptivas. Talvez todas as pessoas gordas que você conhece ou tem como referência (não só de famosos) são pessoas extremamente legais, extrovertidas e inteligentes em algum ponto. Isso pois se elas não performam assim, elas são canibalizadas socialmente. 

– A sociedade percebe e julga a pessoa gorda de maneira diferente. Uma pessoa magra de baixa estatura é uma pessoa baixa; Uma pessoa gorda de baixa estatura é percebida como “ih, além de baixa é gorda” – se somatiza.

– Alguém que se posiciona (que se for um homem branco cis padrão poderia ser uma baita qualidade) e é preta e gorda vai ser com certeza taxada de pessoa “mimizenta, vitimista e além de gorda é muito chata, etc” em algum momento da vida.

– Ser pessoa magra/padrão silenciosa pode ser até muito bom as vezes – por ser interpretada talvez como uma pessoa confiante que não precisa ficar se expondo ~você já ouviu alguém dizer: – Nossa que pessoa misteriosa! Que curiosidade de conhecê-la! – essa pessoa misteriosa e interessante é sempre não gorda, não é mesmo? rss~

– Isenção para pessoa gorda quase nunca é bom socialmente: é frouxa, covarde e tem medo de se expor. Mesma extroversão e tratamento extremos, em função das diferenças dos corpos. Isso tudo quando ainda não se torna um corpo invisível socialmente ~Você pode adorar pessoas extrovertidas, mas até poderia dar uma brecha para a não-preferência (pessoas tímidas), sendo elas magras e bonitas, não é mesmo? Mas você não daria provavelmente essa mesma brecha para uma pessoa gorda com essa mesma personalidade introvertida.~

Se uma pessoa gorda, como eu, não der seus pulos e se fizer visível de alguma maneira muito particular: ela nunca estará entre as primeiras opções para relacionamento para vocês e a maioria da sociedade – somente pelo fato de ser gorde e talvez você nem percebeu isso. 

E mesmo sendo assim tão espetacular ou maravilhosos em alguma área; mesmo assim, seremos planos x, y ou z – optarão como quase sempre pela pessoa magra com menos talentos (na sua própria visão, inclusive). Pense nisso: seja na profissionalmente ou nas relações pessoais!

“É complicado ser pessoa gorda e talentosa quando sempre se optam pelos com  pelo mais bonitinho.” ~eu, rss

~sigam nas redes sociais @darosatiagao~

Compartilhe nas redes sociais
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

Uma resposta

  1. Concordo com seu ponto de vista e acho que vai piorando quando se é mulher com mais de50 anos. Parece que tudo que você aprendeu ou fez nem existe. Mas depende somente de nós mudarmos isso contrariando esses paradigmas com nossas atitudes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *