Autoestima e poder ancestral, entenda a conexão.

Autoestima-e-poder-ancestral-2


Antes de falar sobre ancestrais e o poder deles na construção da nossa autoestima, precisamos nos reconciliar com os nossos ancestrais mais próximos. Nossos pais!
 Vou explicar o porquê.


Sim, se você não estiver leve nessa conexão, não faz muito sentido embarcar nesta busca rumo ao seu poder ancestral. Então, caso você carregue algum ressentimento, volte a si e perdoe-se. O presente e suas possibilidades são fruto desses ancestrais próximos que lhe permitiram chegar até aqui. Independente dos erros/acertos deles.

Feito isso, no seu tempo…bora falar sobre o que nos conectou a essa conversa! Autoestima e poder ancestral!

Nessa jornada, um mundo incrível se abriu quando descobri e continuo me surpreendendo com todo o saber do povo preto.

Uma jornada/descoberta tardia, mas muito significativa. A representatividade nos conecta a infinitos vislumbres de possibilidades. Mas quando você descortina o véu de linho duplo que a estrutura social de embranquecimento lhe impõe de forma cruel, o saber do povo preto é tão vasto e transformador que uma sensação de poder lhe invade instantaneamente! É surreal, chega a ser revoltante o tanto de conhecimento que nos foi/é destituído durante séculos nos desumanizando.

Nesse encontro, vejo e entendo a revolta de muitos dos nossos ao despertar para seu legado ancestral repleto de poder! Minha escolha  é ressignificar as dores e reverberar aos meus essa conexão, e aos poucos irmos recuperando nossos tesouros roubados.

Essa conexão se dá por infinitas formas, nos apropriando dos nossos símbolos, signos e saberes, nos reafirmando enquanto povo descendente de reis e rainhas e intelectuais pensadores. E todo legado ancestral de tecnologias, e saberes naturais.

A autoestima se eleva a cada reapropriação e descoberta dessa ancestralidade que nos foi escondida… cabe aos que se conectam a ela reverbera-lá também, para que mais dos nossos se inspirem, e inspirem os seus para que nossas jornadas sejam mais leves e significativas. O famoso “sou porque somos” (UBUNTU) é um dos inúmeros poderes ancestrais que nos fortalecem.

Já ouviu falar sobre nossos ancestrais do antigo Egito por exemplo? Lhes provoco a buscar nessa imensidão de conteúdos e possibilidades que a internet nos proporciona, esse saber que é repleto de símbolos, signos e jornadas incríveis de ancestralidade e poder, para construção de uma autoestima coletiva que torna nossa jornada propositiva! Bora embarcar nessa barca rumo ao nosso poder ancestral?

Partilhe com os seus cada descoberta, e ressignifique as dores causadas pela estrutura que por séculos inferioriza, e conecte-se aos saberes tão genuínos e naturais. Reverbere esse poder por onde passar! Aproprie-se do seu legado ancestral, e seja o que estiver disposto a ser! Comente aqui suas descobertas, e façamos essa travessia juntos.

Compartilhe nas redes sociais
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *